sábado, junho 18, 2016

Bill Evans 1966 rehearsal

In October 1966 Bill Evans travels to Denmark for a concert with Danish singer Monica Zeterlund.
He travels with his regular bass player, Eddie Gomez. They are joined by  26 year old danish drummer Alex Riel, who had never played that repertoire.
Bill Evans will rehearses the trio and patiently teach Alex the songs . 
The compositions are "Very Early,” “Who Can I Turn To,” “If You Could See Me Now” and the rhythm changes “Five".
What a great glimpse into the working process of a genius ! Priceless !
Enjoy!

segunda-feira, junho 13, 2016

Jazz , Porto, anos 70

O palco do Anfiteatro da Faculdade de Belas-Artes do Porto, acolheu, nos anos 70, um grande número de concertos, encontros, exibições de filmes e outras actividades culturais e de intervenção social.
Aqui se documenta a noite de 1976  em que os "PADMA" aí actuaram.

Eram eles:
Olavo Tengner - guitarra
Luis Monteiro - bateria
Pedro Cavaco - baixo eléctrico
Carlos Machado - trompete
Henrique Canelhas - piano *
Tó Pereira  - percussão
Catherine - técnica de som

Fazia ainda parte do grupo o saxofonista José Miranda, que não tocou neste concerto por razões que desconheço.
Um dos discos de referência do grupo era o album "Sweetnighter" dos Weather Report saido em 1973 (portanto recentemente, à data deste concerto)

 * Henrique Canelhas, infelizmente, deixou-nos há 5 anos atrás. Era filho do Carlos Canelhas, compositor que ficou celebrizado pelo "Ele e Ela" cantado pela Madalena Iglésias e sobrinho do Justiniano Canelhas, pianista do quarteto do Hot Club de Portugal.

Muito obrigado ao Olavo Tengner pelas fotos e informação.!

















sábado, março 05, 2016

Uma noite no Olympia

Aos 9.07'' durante o solo de Coltrane e como resposta à citação do tema "Mona Lisa" o público vaia abertamente o saxofonista. O que terá significado naquele momento , aquela citação ?
Nesse concerto,a 20 de Março de 1960, no Olympia de Paris, já em temas anteriores (All of Me, Green Dolphin Str,) Trane tinha sido vaiado especialmente em momentos em que a sua linguagem tomava contornos mais abstractos ou intensos.
Provavelmente talvez o público estivesse a contar com o ambiente mais despojado do album  "Kind of Blue" gravado no ano anterior.
Para Trane, um péssimo começo de uma tour em que, já à partida, ele estaria renitente em participar.
Vaias à parte a música é excelente. Da melhor música que este quinteto registou.


 

google-site-verification: googlefa1481a732b9d84f.html