domingo, dezembro 30, 2007

"A blogosfera é tão avessa à crítica como os media tradicionais, com a agravante de que o envolvimento narcísico é tão forte que, mesmo dentro de blogues colectivos, a mais pequena fractura se torna explosiva. Os blogues não gostam de ser objecto de críticas e, como é obvio, tem uma alta noção de si próprios e estão tão cheios de autocomplacência e de elogios mútuos que consideram um anátema qualquer discurso que lhes pareça exterior e que os ponha em causa, a eles e às regras do jogo que estabeleceram".
Pacheco Pereira in Jornal Público 27/12/07

sexta-feira, dezembro 28, 2007



"We got everybody in the band but the devil playing tambourine" - Miles Davis






ver aqui

quarta-feira, dezembro 26, 2007

Entrevistas de Carlos Vaz Marques no programa "Pessoal e Transmissível" da TSF

Com
Mário Barreiros,
Mário Laginha,
Maria João e
Rodrigo Amado.

Warren Vache conta a história do trompete.

Ensinar Jazz

"Everything comes from its opposite."

O prof. Shelton Berg fala do ensino do Jazz e da transformação do material musical em... Música

Masterclass de Kenny Werner no club Blue Note

Kenny Werner fala de Improvisação: Confiança, preparação mental, técnicas para melhorar a improvisação e a capacidade de colaboração com os outros. Como encarar as constantes questões: "O que tocar a seguir?" ou "soou bem?" E notas erradas? Não existem...

George Garzone

Improvisação com tríades, embocadura, articulação, Coltrane, ensino, etc, etc. De tudo isto e mais alguma coisa fala George Garzone, uma força da natureza que calhou de tocar saxofone.

segunda-feira, outubro 15, 2007

Orquestra de Jazz de Matosinhos no Maxime com Mark Turner no saxofone. Os músicos presentes contavam-se pelos dedos de uma mão (de um serralheiro mecânico...).
Na mesma noite e quase simultâneamente, tocaram em Lisboa Charles Lloyd (na Culturgest), OJM+Mark Turner (Maxime), Benny Lackner (HotClub) e David Binney (S.Jorge). Fui a dois destes concertos. Tirando os que estavam em palco, quase não vi músicos.
Espantoso o facto de músicos de Jazz portugueses nunca irem ouvir outros músicos de Jazz portugueses. Haverá uma teoria que explique o facto?

video
Damien Cabaud
Marcos Cavaleiro
André Fernandes
E por falar em Lee Konitz... Destaco 3 músicos, 2 portugueses e 1 argentino, músicos de primeira água. Relaciono-os com Konitz via Orquestra de Jazz de Matosinhos, já que todos eles tocam regularmente com essa big band. Um drive como raramente se ouve em músicos nacionais. Inventividade e relax.
Marcos Cavaleiro (bateria), André Fernandes(guitarra) e Damien Cabaud (contrabaixo).

domingo, outubro 14, 2007

A Arte do Improviso


Lee Konitz: Conversations on the Improviser's Art : das mais interessantes entrevistas que já me foi dado ler sobre Improvisação.
O que é compôr? O que é, (realmente) improvisar? Um dos mas importantes (e subestimados) improvisadores da história fala sobre a sua Arte.

Á prova...

3 testes musicais/auditivos muito interessantes.
É capaz de distinguir entre ritmos e melodias quase, quase iguais? e entre dois sons cujas alturas apenas diferem 1.5 Hz ? Divertido.
Excelente treino para músicos, aspirantes a músicos, Dj's, afinadores de pianos e yoddlers tirolêses.

Rudresh


A Matemática é uma ciência pura. Tão pura que nem se houve. Rudresh resolveu esse problema. Literalmente. Um saxofonista fabuloso. Rudresh Mahanthappa.
Da tradição carnática para uma matemática sonora, humana, suada . Mais informação aqui .





Sobre Jazz. Em Portugal. Dentro e fora.

E sobre o que mais que me apetecer.
Música, com certeza. E sobre aqueles pequenos factos e descobertas que fazem o meu dia.
E sobre as pessoas. As próximas e as outras.
google-site-verification: googlefa1481a732b9d84f.html