Quarteto de Saxofones do Porto (1988)

Passados 25 desde a sua criação creio que pode ser interessante reunir alguma informação sobre aquele que foi talvez o primeiro quarteto de saxofones português – questão que necessitará de alguma pesquisa para ser corretamente respondida. Foi com certeza, a primeira destas formações  a escolher o Jazz e a improvisação como território preferencial.
Creio que poderei dizer que a história do Quarteto de Saxofones em Portugal passará, inevitavelmente, por esta formação.
A ideia, surgida na sequência de uma série de "ensaios" a duo entre José Nogueira (alto) e José Menezes (alto, tenor e soprano) alargou-se em 1988  aos saxofonistas Edgar Caramelo (barítono) e Manuel Caspurro (tenor), tendo este sido substituído posteriormente por José Francisco, formação que se manteve até ao final da actividade do grupo.


 



Constituído por 4 saxofonistas  provenientes de áreas não-clássicas  a  sonoridade deste quarteto foi desde o seu início fortemente influenciada pelos "World Saxophone Quartet",  pelos "S.O.S" de John Surman, Mike Osborn e Alan Skidmore. A música popular europeia  marcou também uma presença importante no repertório do grupo assim como a música coral de Bach, abordada pelo grupo sem comprometimento com os cânones da escola dita “clássica”.
Do repertório faziam parte composições de David Liebman, John Surman,Dave Holland, Richie Beirach, canções tradicionais irlandesas, originais de Tomás Pimentel, Mário Laginha, Klaas de Vries e José Nogueira, arranjos  (da autoria do grupo) de clássicos de Jazz bem como transcrições para quarteto de peças de Schumman (Kinderszenen) , Gerswhin (Prelúdios para piano) ou Debussy (Petit Négre) .
Pontualmente (Festival intern. de Jazz do Porto) , este quarteto contou com a colaboração de Quico (teclados) e Mário Barreiros (bateria).
      Espectáculos:

  • Festival de Música de Paços de Brandão
  • Festival de Sagres 1989,
  • Almada 1989,
  • 2º Ciclo de Jazz do Porto 1990,
  • Lisboa em Jazz 1990,
  • 2º Festival de Jazz Europeu do Porto (1992)
  • Casa de Serralves
  • Conservatório de Música de Aveiro,
  • Theatre Saragosse (Pau, França),
  • Lançamento do Livro de Cargaleiro (Matosinhos)
  • Festival de Jazz da Amadora,
  • Abertura do comício final do PS (Rossio, Lisboa)
  • Aniki-Bobó
  • Espectáculos por todo o país integrado no projecto de itinerância da Secretaria de Estado da Cultura (Caminha, Moura, Serpa, Vale de Cambra, Vila do Bispo, etc)


Recortes



Aniki-Bobó (1989) [obrigado aos Ruis, Azeredo e Teixeira]



















Quarteto de Saxofones do Porto- gravado ao vivo no Teatro S. Luiz, Lisboa (Nov 1990)



                                                                                         RTP1 Estúdios do Monte da Virgem











Comentários