domingo, outubro 28, 2012

Witchi Tai To

Witchi Tai To é, em minha opinião,  uma das mais poderosas e positivas  canções já escritas.
A melodia  que lhe serviu de base foi ensinada a Jim Pepper, autor da canção e saxofonista nativo-americano, pelo seu avô, um índio Cree e é um "cântico de peyote". Estes cãnticos são melodias entoadas ou imaginadas durante cerimónias em que a ingestão ritual de peyote abre portas a estados de percepção com especial significado quer para ao indíviduo quer o grupo, cerimónias das quais o jornalista Carlos Castañeda dá conta nos seus livros.
O autor desta canção, Jim Pepper (1941-1992), foi um saxofonista pioneiro do que se viria a chamar fusão, tendo integrado na sua música elementos das tradições nativo-americanas e do rock psicadélico. Pioneiro também numa certa forma de expressão saxofonística que viria a ser repescada mais tarde por músicos como Garbarek, Brecker ou Sanborn.
O poder desta canção não passou despercebido a músicos como Jan Garbarek, David Byron (dos "Huriah Heep"), Jack Johnson ou os Oregon . Em 1969 a canção esteve colocada em #70 no Top 100 dos Estados Unidos.

O título significa "Tudo é Tudo" e a letra diz :



Witchi Tai To gim-mie rah
Whoa ron-nee ka
Whoa ron-nee ka
Hey-ney hey-ney no wah

Water spirit feelings
Springin' round my head
Makes me feel glad
That I'm not dead






















Sem comentários:

google-site-verification: googlefa1481a732b9d84f.html