domingo, abril 19, 2009


Marianne d’Ursin é uma craque. Reparadora de instrumentos de sopro – saxofones, na esmagadora maioria – ela dirige há perto de 20 anos um atelier, o “Sax Machine”, na Rue Rochefoucauld onde vão parar alguns saxofonistas, alguns vindos de muito longe, como é o caso do presente escriba.
De um profissionalismo sem tiques ou mesuras, de trato super-cool com os clientes que lá aparecem, em Marianne detecta-se a paixão pelos instrumentos logo aos primeiros momentos de conversa. Fã de Michael Brecker, Marianne, tem uma paixão pelo seu trabalho que a tornou famosa no meio saxofonistico parisiense.
Sem email, webpage própria (esta foi feita por uma amigo) ou sequer computador é a Marianne que se telefona quando um dos pesos-pesados de passagem por Paris precisa de uma reparação urgente. Foi o caso de Jesse Davis e - contado com enorme orgulho e um brilhozinho nos olhos - Wayne Shorter.
Pendurados na parede, uma das melhores colecções de saxes vintage de Paris tipo “morri e fui pró Céu”… Foi assim que travei conhecimento com o meu “Marques VI.”
Se por lá passarem, vão com tempo, desempoeirem o francês e divirtam-se mesmo sem gastar dinheiro. Há salas insonorizadas para experimentar boquilhas e saxofones e pode ser que o Balanced da vossa vida lá esteja, dormitando pendurado da parede, á espera que o vão desinquietar.

SAX MACHINE
46 RUE DE LA ROCHEFOUCAULD - 75009 PARIS
Tel : 01 45 26 05 20

Sem comentários:

google-site-verification: googlefa1481a732b9d84f.html